Shrí DeRose

11-08-2016 18:01

"Com quase 50 anos de carreira e 24 anos de viagens à Índia, DeRose é um educador especializado em filosofia oriental, um profissional que se dedica a escrever sobre vários temas: comportamento, ficção, boas maneiras, contos, gastronomia, biografia, filosofia, etc. Conta com mais de 20 livros escritos, publicados em vários países e mais de um milhão de exemplares vendidos. Está praticamente retirado de suas outras atribuições, dedicando-se quase exclusivamente à literatura.

O autor procura reeducar seus leitores para que se tornem pessoas melhores, mais polidas, viajadas, refinadas, civilizadas e cultas, que aprimorem sua linguagem e suas boas maneiras. Sugere uma revolução comportamental, propondo uma forma mais sensível e amorosa de relacionamento com a família, com o parceiro afectivo, com os amigos, com os subordinados e com os desconhecidos. Recomenda que eventuais conflitos sejam solucionados polidamente, sem confrontos. Como complemento a esta proposta, ensina reeducação respiratória, reeducação postural, reeducação alimentar, etc., proporcionando condições culturais e sociais para que os jovens e todos os demais cidadãos se mantenham longe das drogas.

DeRose é Doutor Honoris Causa, Comendador e Notório Saber por várias entidades culturais e académicas, Conselheiro da Ordem dos Parlamentares do Brasil e Conselheiro da Academia Latino-Americana de Arte.

Em 2001 recebeu da Sociedade Brasileira de Educação e Integração a Comenda da Ordem do Mérito de Educação e Integração. Em 2003 recebeu outro título de Comendador, agora pela Academia Brasileira de Arte, Cultura e História. Em 2004 recebeu o grau de Cavaleiro, pela Ordem dos Nobres Cavaleiros de São Paulo, reconhecida pelo Comando do Regimento de Cavalaria Nove de Julho, da Polícia Militar do Estado de São Paulo.

Em 2006 recebeu a Medalha Tiradentes pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro e a Medalha da Paz, pela ONU Brasil. No mesmo ano, recebeu o reconhecimento do título de Doutor Honoris Causa pela Câmara Brasileira de Cultura e por várias outras instituições culturais e o Diploma do Mérito Histórico e Cultural no grau de Grande Oficial. Foi nomeado Conselheiro da Ordem dos Parlamentares do Brasil.

Em 2007, recebeu o título de Sócio Honorário do Rotary e a medalha Paul Harris da Fundação Rotária do Rotary International. No mesmo ano foi agraciado com a Medalha OEA ( Organização dos Estados Americanos das Naçoes Unidas ). Nesse mesmo ano recebeu a Cruz Académica da Federação das Academias de Letras e Artes do Estado de São Paulo "por acções meritórias e enaltecedoras ao desenvolvimento da Nação". Ainda em 2007, no dia 30 de Janeiro, recebeu Moção de Votos de Júbilo de Congratulações da Câmara Municipal de São Paulo (RDS 3059/2006).

Em Dezembro de 2007 recebeu a Medalha Marechal Falconière, do Exército Brasileiro.

Em 2008 recebeu a Láurea D. João VI em comemoração pelos 200 anos da Abertura dos Portos.

No dia 18 de Fevereiro, recebeu  título de Cidadão Paulistano."

Fonte: DeRose, "Quando é Preciso Ser Forte", 38ª Edição, Edições Afrontamento, Porto 2008