Prática de Yôga, jûdô e paddle

27-09-2017 18:16

Numa manhã que se adivinhava ventosa, lá fomos nós com a Coragem do Leão para a Lagoa de Albufeira. Um local lindo, envolto em várias formas de natureza, água doce e água salgada, dunas, pinhal, aves e integrado na reserva ecológica nacional desde 1987.
Apesar da distância a percorrer e do vento que arrepiava a pele, a vontade de participar foi maior. Assim, começámos com a prática de SwáSthya Yôga, ministrada pelo Mestre João Camacho. Um intenso ády ashtánga sádhana, saudando a natureza no pújá, encantando com 3 solistas no mantra, vivenciando como só no exterior se pode fazer, o pránáyáma, e por aí continuámos a sentir a intensidade que só uma prática de SwáSthya Yôga nos pode proporcionar, e ainda mais quando dirigida por um grande Mestre.
Seguimos com o Jûdô, mais especificamente com uma pequena abordagem ao jû no kata. Este é um conjunto de técnicas que podem ser realizadas em qualquer lugar, não necessitam de kimono e não envolvem projecções. Foi criada por Jigoro Kano, para usar a energia do oponente contra ele próprio, sendo um exercício fundamental na aquisição de força, flexibilidade e harmonia dos gestos.
Passámos à última prática da manhã, o surf up paddle, onde nos aventurámos na água da lagoa. Aproveito para felicitar os corajosos, que não se deixaram vencer pelo frio, e ainda mais os que não sabem nadar e mesmo assim a vontade de auto-superação foi mais forte. Atravessámos a lagoa e do lado de lá as dunas protegeram-nos do vento e fomos brindá-dos com uma temperatura fantástica e uma vista deslumbrante. Assim, iniciámos uma nova prática de Yôga, onde sentimos e vivenciámos profundamente a lagoa, à tona de água. De volta à outra margem, o sentimento de satisfação, superação, felicidade, estava estampado nos nossos rostos.
Que magnifica manhã!
Terminámos com um picnic na mata, o coração cheio, e uma egrégora reforçada.
Obrigada Querido Mestre João Camacho, e obrigada aos melhores alunos que poderia ter.
SwáSthya!

Paula Trigo de Sousa, docente