Kriyá- Alquimia fisiológica

10-05-2018 17:28

Kriyá- Alquimia fisiológica

Mais importante do que transformar o metal em ouro é transformarmo-nos na melhor versão de nós mesmos. Neste sentido, o curso do passado sábado dia 4 de Maio, foi sobre kriyá, ministrado pelo meu querido Mestre João Camacho, autor do livro Kriyá. A alquimia fisiológica.

Neste curso aprendemos várias técnicas de purificação interna e externa, técnicas essas que vão transmutando o nosso corpo. Com a prática regular das técnicas de kriyá, tal como quem lapida um diamante, vamos lapidando o nosso corpo que vai ficando cada vez mais limpo, mais puro, mais bonito e mais brilhante.

O curso decorreu num dia fantástico de Primavera, o que nos permitiu experimentar algumas das técnicas no exterior, e ainda tivemos a oportunidade única de aprender a fazer o dentífrico Shivánanda, sem químicos, sem tóxicos, fabuloso para a nossa saúde bucal.

O kriyá teve origem na índia, numa época em que a maioria dos povos hoje culturalmente avançados nem sequer tomavam banho, muito menos lavavam os dentes, nessa altura os antigos yôgis desenvolveram uma autentica arte de limpar o corpo não só por fora, mas também por dentro. Mas o kriyá é muito mais do que apenas técnicas de limpeza, como pudemos perceber, transcende em muito o conceito ocidental de limpeza e como tudo no Yôga actua por camadas, ou seja, actua não só no corpo físico ajudando a purificar o organismo, mas também intensifica a energia e auxilia a concentração, dá-nos uma maior consciência corporal, sendo possível mesmo controlar voluntariamente músculos considerados involuntários, como é prova disso o nauli.

O kriyá, é o 5º anga do ady ashtanga sádhana, assim, mantendo a nossa prática diária faremos todos os dias técnicas de purificação, e assim vamo-nos transformando em ouro, através do kriyá, a alquimia fisiológica.

Obrigada querido Mestre por mais este curso, desta vez premiados pelo sol num ambiente tão acolhedor e sempre em tão boa companhia desta egrégora em que a alegria sincera é tão característica.

SwáSthya!

Graduada Rita Fernandes, discípula do Mestre João Camacho