INAUGURAÇÃO DAS NOVAS INSTALAÇÕES DO ESPAÇO CULTURAL ASHRAM PASHUPATI

01-04-2017 20:33

Final da última tarde de março. Subi as escadas com um sorriso rasgado.
Lá em cima, já se ouviam os sons característicos das pessoas felizes. Era hora de festa. De celebrar as novas instalações do Espaço Cultural Ashram Pashupati!
É verdade! Nesta escola, onde se pratica, estuda e experiencia o Yôga e se procura através desta filosofia cultivar o bem estar, o prazer, a cultura, o lazer, a união, a qualidade de vida, os hábitos saudáveis e a auto superação com vista ao autoconhecimento… a Primavera, no seu arranque, aplicou a magia da transformação!!
Sim a nova escola é linda! É do tamanho dos sonhos, irradia as cores vibrantes da vida e tem o cheiro dos incensos que nos fazem sentir “em casa”…
E tem árvores em bandejas!
E uma fonte!! Sim… a Biblioteca DeRose, uma fonte de conhecimento, com um acervo único na Europa na temática do Yôga. Um universo a explorar!...
E mesmo ao centro, existe um espaço, que sendo interior é aberto;
E foi ali naquele espaço, que é palco e que é ponte;
No caminho da evolução …
- Que vimos a elegância e a beleza das magníficas coreografias de SwáSthya Yôga e que sentimos a força tenaz e a harmonia dessa prática milenar;
- E ouvimos o som sagrado, a palavra de poder, a vibração que transmuta vocalizados pelo Coral Rajas Agni numa interpretação sublime!
Partilhámos doces e salgados e saboreamos o convívio de uma egrégora saudável, alegre, feliz, mas de fibra e dinâmica!…
E sobre evolução, falou-nos o nosso querido Mestre João Camacho. Sim, aceitar todas as partes de nós. Integrar. Refletir sobre a importância do caminho percorrido, do conhecimento de nós e do nosso auto domínio.
A necessidade de manter o foco. Desenvolver a capacidade de estar acima dos “nossos demónios”. Não desequilibrar.
As impossibilidades são infinitas.
E para reforçar a mensagem, em sede do Yôgacine, apresentou-nos ao Doctor Strange, um cirurgião conhecido mundialmente, egocêntrico, que muda para sempre a sua vida no seguimento de um horrível acidente de carro, que lhe tira a capacidade de utilização das suas mãos;
A medicina tradicional defrauda-o e ele é forçado a procurar a cura e a esperança num lugar improvável;
E conhece a “Anciã” que o apresenta ao mundo invisível e com o qual aprende sobre as artes místicas e as suas possibilidades inacreditáveis; e,
Também aprende que existe uma batalha contra forças obscuras invisíveis apostadas em destruir a nossa realidade…
Que ele vence, com disciplina, entrega e uma vontade inabalável, integrando todas as partes de si, sem nunca esquecer quem é!
Obrigada querido Mestre, por ser fonte e também farol ao longo do caminho de evolução desta extraordinária egrégora.
Parabéns pela nova escola. É a partir deste lugar que se transforma o mundo!
SwáSthya!
Sádhika Dália Henrique dos Santos
Montijo, 31 de Março de 2017