CURSO DE MANTRA – SOM, PODER E SUBTILEZA NO YÔGA ANTIGO

14-03-2018 16:47

CURSO DE MANTRA – SOM, PODER E SUBTILEZA NO YÔGA ANTIGO
03 DE Março de 2018

Mantra é a vocalização de sons e de ultrassons e é o 3.º anga da nossa prática de ády ashtanga sádhana, tem como função desobstruir as nadí para que no 4.º anga - pránáyáma o prána possa fluir, no entanto nas palavras do Mestre DeRose “Existem mantras para facilitar a concentração e a meditação, mantras para serenar e para energizar, para adormecer e para despertar, para aumento do fôlego e para educar a dicção, para desenvolver chakras e despertar a kundaliní, para melhorar a saúde e até para matar em casos extremos de autopreservação do yôgi, quando atacado.”

O curso de mantra “Som, poder e subtileza no Yôga Antigo” ministrado pelo Mestre João Camacho no passado sábado dia 03 de Março, foi como já nos tem habituado, interessante, esclarecedor e grande relevância. Os cursos mensais são sempre uma oportunidade fabulosa para aprender um pouco mais sobre temáticas relacionadas com esta prática que nos apaixona, o Yôga. E aprender directamente de um Mestre concede ao curso ainda mais valor, já que dizem-nos as escrituras, o Yôga por ser iniciático, só pode ser transmitido de Mestre a discípulo através do parampará (de boca a ouvido) e no mantra esta relação é particularmente importante, Shri DeRose afirma que é fundamental aprender com um Mestre e que não devemos aprender mantra com alguém que não seja iniciado, pois se for vocalizado de forma incorrecta poderá ter um efeito desconhecido e/ou indesejado.

No pouco tempo que tínhamos, pois o tempo parece sempre curto para quem quer aprender, o Mestre passou-nos ensinamentos de grande profundidade e relevância. Em pouco tempo temos o conhecimento que teríamos depois de ler vários livros, não só de Yôga, mas também de sânscrito, mitologia e história.

Devido ao facto de o mantra ser sempre feito numa língua morta, que no caso do Yôga é o sânscrito, faz com que muitos de nós que não tenham estudado sânscrito não consigam compreender o seu significado, apesar disso os efeitos são sentidos e assimilados, mas nesta altura em que já sou praticante de Yôga há algum tempo, faz sentido começar a compreender os diferentes significados, bem como em que situações utilizar cada um deles ou não, e este curso foi muito bom nesse sentido, pois para além de aprendermos os tipos de mantra e novos kirtan, praticámos outros já conhecidos que ganharam agora outra dimensão ao compreendemos o seu significado, utilização e a mitologia associada.

Tendo o curso terminado teve ainda lugar um lanche-convívio muito agradável sempre com boa disposição onde conversámos descontraidamente entre outras coisas sobre aquilo que tínhamos aprendido no curso. Esta é sempre uma altura de que gostamos muito não só pelas maravilhosas iguarias que costumamos degustar, mas pela fantástica companhia.

Obrigada querido Mestre João Camacho por mais este curso.

SwáSthya!

Chêla Rita Fernandes, discípula do Mestre João Camacho