Curso de culinária vegetariana indiana

10-10-2017 18:34

Curso de culinária vegetariana indiana - 7 Outubro 2017
"Os primeiros anos da minha vida passei-os junto ao fogão da cozinha da minha mãe e da minha avó, vendos como estas sábias mulheres, ao entrarem no recinto sagrado da cozinha, se covertiam em sacerdotisas, grandes alquimistas que bricavam com a água, o ar, o fogo e a terra, os quatro elementos que constitutem a razão de ser do unvierso."
Foi assim que iniciamos mais um curso de culinária vegetariana indiana, com a leitura de um excerto do texto "Ao redor do fogo" de Laura Esquivél, Íntimas Suculências, feita pela nossa querida professora Anabela Silva.
Mais uma vez tivemos o previlégio de estar na presença da D. Rêkha Ranchod e da sua amiga e assistente D. Isabel, que nos transmitem sempre boa diposição e muito santôsha. As receitas preparadas, durante o decorrer do curso, foram Jalebi, Pão Nane, Chana Dal, Khandvi e Lassi de manga. A maioria das receitas foram preparadas com muitas especiarias, tipico na cultura indiana, que dão sempre um paladar muito agradável, saboroso e caracteristico. Mas não pode faltar o ingrediente secreto, o amor e prazer com que a D. Rêkha faz sempre os seus pratos, a energia que transminte ao amassar a massa do pão nane, por exemplo, faz com que os acepipes sejam sempre deliciosos.
Todos tiveram a oportunidade de contribuir para a confeção dos pratos, inclusivé as crianças, que estavam muito contentes e entusiasmadas a amassar a massa do pão, como se de plasticina se tratasse.
Após o termino das receitas, degustamos os deliciosos pratos que tinham acabados de ser confeccionados. Mas para terminar em beleza, o coral Rájas Agní fez um pequeno concerto de mantra, no qual foram vocalizados os seguintes kirtans: Góvinda Narayana, Chidánand ÔM, ÔM namô namashivaya, ÔM namah kundaliní, ÔM namah prêman dêvi e Adí shaktí, deliciando a D. Rêkha que afirmou já não vocalizar mantra há muito tempo.
Quero agradacer à D. Rêkha e à D. Isabel por nos honrar, mais uma vez, com as suas presenças e pelas deliciosas receitas que nos foram ensinadas e transmitidas e ao meu querido Mestre João Camacho por nos proporcionar mais um curso maravilhoso.
SwáSthya!
Tânia Ferreira, Graduada
Discipula de João Camacho, Yôgachárya