ÁSHTAKA – OCTÓGONO DE INVERNO

20-02-2016 18:10

No dia 20 de Fevereiro, fizemos mais um Áshtaka - Octógono de Inverno, um

ciclo de conferências com reflexões sobre a tradição.

"Havia necessidade de criarmos um espaço de reflexão, onde nos reuníssemos
à voltade um centro, num momento em que a natureza nos proporciona
momentos de introspecção. Assim criámos o Áshtaka, encontro de Inverno,
onde nos debruçamos sobre a arte, a filosofia, a mitologia, o hinduísmo e
outros assuntos que se correlacionam com o SwáSthya Yôga em especial e com
o Yôga em geral."
João Camacho, Yôgachárya

E quem melhor para este ciclo, que não o Mestre João Camacho e o Sensei
José Patrão!
O Áshtaka teve início com Chandra Jyôtir em coreografia e, relembrando o
Sensei, unindo o antigo com o moderno, e neste caso, o toque feminino de
quem demonstrou.
O Mestre João Camacho começou por se debruçar sobre um texto já antes
publicado, que tem como título a criança e o sábio. Fez-se daqui o
paralelo entre a atitude do sábio e a inocência de uma criança. Um bonito
paralelismo com a criança no seu patamar puro e inocente, e o sábio, não
sendo inocente, mas puro como uma criança, que se ama, ama
verdadeiramente assim como odeia, apontando o que tiver a apontar, mesmo
que se torne desagradável.
Mas sabemos que o sábio é o que nasce duas vezes, uma quando nasceu, e
outra, quando se encontra consigo próprio. Um homem de bem, sem máscara,
verdadeiro e completo. Um homem que caminha, caminhando o seu próprio
caminho, enfrentando, contornando, mas sempre caminhando e defendendo
aquilo que ama.
Sensei José Patrão trouxe-nos 12 poemas, poemas de si, só seus, que
emocionaram todos os presentes, com a beleza e o amor das palavras, a
intensidade dos sentimentos e a coragem que só alguém sábio tem.
O encontro terminou com o incenso (dhúpa), através do conhecimento do
Mestre João Camacho. A origem desde tempos muito remotos, onde logo se
começaram a queimar ervas, madeiras, sementes, ... e a descobrir os seus
efeitos. A mistura das ervas que só passa a ser realmente incenso através
da transmutação alquímica de quem o produz. O ambiente da sala, ora se
tornava doce, ora fresco, ora intenso, ora suave, muito agradável ou
menos, num contínuo de sensações trazidas pelo olfacto e não só.
Uma tarde de partilhas, de conhecimento, de sentimento puro e de
sensações, à volta de um centro.

SwáSthya!

Paula Trigo de Sousa, Instrutora

Discípula de João Camacho, Yôgachárya

Directora geral do Espaço Cultural
www.espaco-cultural-kali.pt
www.facebook.com/espacoculturalkali
Espaço Cultural Kálí
Largo do Troino nº18-1ºdrt.,
2890-030 Alcochete
Portugal
966360709